Mon. Nov 29th, 2021


Safe Havens Freedom Talks apresenta uma conversa com foco nos direitos artísticos dos povos indígenas de uma perspectiva legal transmitindo ao vivo na rede de TV HowlRound, produzida por pares, na terça-feira, 23 de novembro, às 9h EST (Nova York, UTC -5) / 14:00 GMT ( Londres, UTC +0) / 15:00 CET (Estocolmo, UTC +1) / 20:00 BST (Daca, UTC +6).

Facilitado por Sofía Monterroso (Oficial Sênior, Programas e Operações, AFI), Ánde Somby (artista tradicional Saami joik e professor da Faculdade de Direito da Universidade de Tromsø) e Dra. Kristen Carpenter (Professora de Direito e Diretora do Council Tree American Indian Law Program na University of Colorado Law School) terá uma conversa sobre as estruturas legais – doméstica e internacional – oferecendo proteções para a prática artística indígena neste Freedom Talk.

O Fórum Permanente das Nações Unidas sobre Questões Indígenas se reuniu para sua Vigésima Sessão sobre o tema “Paz, justiça e instituições fortes: o papel dos povos indígenas na implementação da Meta de Desenvolvimento Sustentável 16” em abril de 2021. Das três recomendações feitas sobre este tema, uma apelou a um maior estudo da relação da lei, “formal e tradicional”, com a justiça para os povos indígenas. Nos últimos anos, também houve desenvolvimentos significativos na jurisprudência que expande ou altera as estruturas legais existentes, como direitos de propriedade intelectual, para proteger as formas de arte indígenas e os fabricantes de arte indígenas. Neste evento, exploraremos as proteções específicas oferecidas às formas de arte indígenas por estruturas jurídicas existentes, tanto em nível nacional quanto internacional. A palestra será composta por juristas, defensores e artistas que examinarão várias ameaças às formas de arte indígenas e analisarão os mecanismos legais que foram usados ​​para protegê-las. Servirá como a primeira parte de uma série que continuará a explorar estudos de caso específicos em que diversos grupos indígenas estabeleceram proteções legais para suas formas de arte.

Sobre Freedom Talks
A série Safe Havens – Freedom Talks está intimamente ligada à conferência global anual Safe Havens. A série Freedom Talks é focada em questões relacionadas a ameaças à liberdade artística, liberdade de imprensa e patrimônio imaterial. Os convidados da série Freedom Talks são atores altamente experientes e prolíficos no setor global de Arts Rights Justice – lutando pela liberdade artística. As Freedom Talks têm como objetivo dividir espaço e ampliar a narrativa de quem pode estar no centro das atenções, ao emprestar a marca para diferentes organizações do setor. As palestras são apresentadas em – ou traduzidas para – inglês. As palestras podem ser assistidas por meio de nosso site, nossa página no Facebook e por meio de nosso parceiro Howlround, onde também estão arquivados eventos anteriores.

The Speakers @Artistic Freedom Initiative

Ánde Somby, nascida em Buolbmat, Noruega, é uma artista tradicional Sami joik e professora associada da Faculdade de Direito da Universidade de Tromsø, com especialização em Direito Indígena. Somby é um yoiker ativo desde 1974. Ele também produz discos com outros yoikers. Em 1985 produziu o disco LP e a cassete MC “Ean Máššan” com o pai Aslak Somby (1913–2008) e a mãe Karen Kristine Porsanger Somby nascida em 1920. Em 1991 produziu o disco Ravddas Ravdii com Inga Juuso. Em 2000 produziu o disco “Deh” e em 2003 Deh2 com seu tio Ivvár Niillas. Somby também é um dos fundadores da editora Sámi e da gravadora Dat. Junto com a banda Boknakaran de Tromsø e o grupo acapella Rosynka de Petrozavodsk na Rússia Somby participou do projeto “moya på Tvoja” (1998-2002). De 2003 a 2007 Somby foi membro do grupo Vajas (em inglês significa eco) e foi o vocalista e yoiker da banda.

Kristen Carpenter é professora de Direito e Diretora do Programa de Direito do Índio Americano na Escola de Direito da Universidade do Colorado. O Professor Carpenter serviu como membro do Mecanismo Especializado das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas (EMRIP) de 2017-2021 e como seu presidente de 2019-2020. Enquanto servia nas Nações Unidas, o Professor Carpenter trabalhou em questões de direitos humanos relacionadas aos Povos Indígenas no Brasil, Canadá, República Democrática do Congo, Finlândia, Japão, México, Rússia, África do Sul, Suécia, Tailândia e outros locais. Com colegas do Native American Rights Fund, Carpenter é agora o co-líder do “Projeto de Implementação”, um esforço para realizar os objetivos da Declaração das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas nos Estados Unidos. O Professor Carpenter ensina e escreve nas áreas de direitos humanos e legislação dos povos indígenas, com ênfase nos direitos à terra, cultura e religião. Ela é autora de dezenas de artigos acadêmicos e vários livros sobre esses temas. O Professor Carpenter trabalha frequentemente com Povos Indígenas, bem como museus e universidades, organizações culturais e religiosas, governos nacionais e locais e outras instituições para ajudar a promover a compreensão dos direitos dos Povos Indígenas. Ela é formada pelo Dartmouth College e pela Harvard Law School.

Sofía Monterroso atua como oficial sênior de programas e operações da AFI, apoiando o planejamento e a implementação de seus programas, operações e serviços jurídicos para artistas em risco. Ao longo de sua carreira, Sofia se dedicou ao desenvolvimento de programação pública socialmente engajada para o público internacional e nacional. Sua experiência em relações públicas e gerenciamento de projetos inclui contribuições para o Departamento de Estado dos EUA na África Lusófona e Francófona e Liberdades Civis e Políticas Públicas de Amherst, Massachusetts. Antes de ingressar na AFI, a Sra. Monterroso concluiu o Bacharelado em Artes com honras em Estudos de Gênero e Línguas Românticas pelo Mount Holyoke College. A Sra. Monterroso também possui um certificado do Five College em Saúde Reprodutiva, Direitos e Justiça e um certificado em Arte e Direito do Patrimônio Cultural do Georgetown University Law Center. Atualmente, ela é Community Fellow do Institute of Nonprofit Practice.

* O evento é organizado pela ONG internacional independente Safe Havens Freedom Talks (SH | FT), por meio de colaborações dentro do setor global de Arts Rights Justice, e com a Safemuse gentilmente apoiando como sua organização mentora no período inicial. SH | FT é apoiado pelo Conselho de Artes Sueco sob o Programa para Liberdade Artística financiado pela Sida, a Agência Sueca de Cooperação para o Desenvolvimento Internacional, e The Freedom Talks são patrocinados pelo Instituto Sueco.



By admin