Thu. May 26th, 2022


Faz apenas dois anos desde de Krewella último álbum, zero, mas parece muito mais tempo. Parte disso é provavelmente um efeito da pandemia, que efetivamente roubou dois anos de grande parte de nossas vidas – outra parte é que Krewella lançou apenas três músicas desde 2020, “Never Been Hurt”, “No Control” e “I’m Just” A Monster Underneath, My Darling”, todos apresentados em seu novo e terceiro álbum, O corpo nunca mente.

O álbum foi criado a partir de um espaço íntimo e interno da autorreflexão de Krewella, explorando a impermanência, a estranheza da experiência humana, sua relação com o mundo ao seu redor como mulheres em uma sociedade dominada por homens. O corpo nunca mente O título sugere a gama de emoções dentro do LP, com cada faixa tão única e variada quanto nossos próprios sentimentos. “Traces” serve como uma abertura assombrosa, rapidamente seguida por uma série de faixas mais pesadas, incluindo a inspirada em drum & bass “In The Water” e a irritada e tocante “War Forever”. Krewella atinge uma vibe diferente com as três últimas faixas, que exploram o lado mais sombrio e terno da experiência humana.

“O punho cerrado, o buraco no estômago, o fluido nas veias; o corpo é sensor, mensageiro, guardião de histórias, fortaleza da alma, instrumento de conhecimento, foguete para outros mundos. Cada célula, poro e osso lembra o passado, absorve o presente e sente o futuro. ‘The Body Never Lies’ às vezes é uma conversa raivosa, às vezes febril, mas sempre eufórica sobre sentir, lembrar e existir em nossos vasos individuais que encerram nossa alma e memórias.” – Krewella

Prince Fox foi contratado para mixar o álbum, deixando cada faixa soando nítida e clara para combinar com o tom emocional e a influência variada em cada faixa. Ouça abaixo!

Foto via Olivia van Rye

By admin