Sat. May 21st, 2022



Rap Song of the Week é um novo recurso musical que detalha as faixas essenciais de hip-hop que você precisa ouvir. Confira a playlist completa aqui. Esta semana, Baby Tate compartilha sua ode à liberdade sexual, “Sl*t Him Out Again”.


Nicki Minaj, Cardi B e Megan Thee Stallion são três dos maiores nomes da música, mas ser uma mulher no hip-hop não ficou muito mais fácil. Basta perguntar ao fodão Rico Nasty, que foi tratado desrespeitosamente pelos fãs ao abrir para o Playboi Carti sem nenhum apoio do headliner.

Infelizmente, as chances são de que a estrela em ascensão Baby Tate terá que lidar com uma decepção semelhante em algum momento, mas pelo menos no papel, a nativa da Geórgia está bem familiarizada com a autoafirmação, como ouviu em sua estreia no final de 2020 “I Am”.

E com músicas como “Sl*t Him Out Again” (o remix de “Sl*t Him Out” de fevereiro), Baby Tate se orgulha de virar o olhar masculino de cabeça para baixo. Graças a precursores pioneiros como Trina, Lil’ Kim e Nicki, a rapper e cantora de 25 anos não tem vergonha de exigir isso ela precisa ser atendida no quarto, com os desejos de seu amante em segundo lugar ou o inferno, talvez até em terceiro.

Declarar que “ménage não é só para ele” não é novo, mas tenho certeza de que ninguém mais fez um rap tão despreocupado sobre “forçar” um cara a provar sua própria porra: “gargareje em seus filhos, depois cuspa-os na boca dele.” Não que haja algo de errado com isso, é claro. Também não é uma situação unilateral, já que Tate gosta de ficar um pouco esquisita. “Eu gosto de ficar bagunçada, ninguém tem medo de um skeet”, ela canta. “Coloque na minha cara, eles dizem, ‘Porca, mantenha essa pele limpa.’”

Junto ao passeio está o colega rapper de George Kali, que é o dobro do problema – igualmente adepto de mulheres e homens. “Ouvi dizer que ela tem uma buceta, coloque minha buceta na boca dela / eu posso pegar seu mano ou sua cadela, foda-se essa casa”, ela se gaba. A colaboração é apenas a mais recente instância de Tate trabalhando com outras artistas femininas – cumprindo o precedente que ela estabeleceu com 2019 GAROTAS.



By admin