Wed. Aug 17th, 2022


Em um mundo do metal dominado por cenas de nicho e um núcleo lentamente erodindo de atos legados, uma banda como Hulder desempenha um papel vital – fornecendo músicas da mais alta qualidade dentro de seu nicho – à medida que entramos em um futuro musical incerto. Como uma rápida audição lhe dirá, seu nicho é o black metal puro e direto. E como um ouvinte dedicado lhe dirá, é um dos melhores black metal que está sendo feito hoje.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Eu descobri o projeto pela primeira vez em 2018 enquanto perambulava pelas densas florestas do Bandcamp, procurando sob o rótulo “raw black metal”, como costumo fazer, para ver quais tesouros sombrios e vampíricos estavam prontos para serem conquistados. E assim encontrei Hulderprimeira demonstração, Ascendendo a Pedra do Corvo, que foi exatamente o que o feiticeiro ordenou. A demo era uma grande promessa, desde a melódica e melancólica “Heksensabbat” até a favorita dos fãs “Bestial Form of Humanity”.

Algumas demos e muito hype depois, Hulder lançou o triunfante álbum de estreia do ano passado, Godslastering: Hinos de um camponês abandonado. A produção foi perfeita e atingiu o equilíbrio perfeito entre crueza e clareza. Ao fazer isso, evitou a superprodução indutora de dor de cabeça de muitas bandas suecas de meados para o final dos anos 90, sem entrar nas profundezas quase cômicas de muitos imitadores de hoje do estilo Les Légions Noires. Mas o mais importante, os riffs eram viciantes e fluíam bem juntos, os vocais guturais se encaixavam no estilo geral e os arranjos rítmicos forneceram o nível ideal de variação.

O álbum foi a culminação do potencial exibido pelo material demo, e mostrou uma artista entrando em um estilo clássico com sua própria voz. Considerando que se pode dizer que o material de demonstração “soa como” qualquer número de mestres escandinavos (ou saldorianos), Duradouro parecia Hulder.

Da mesma forma, ao ver o Hulder com sua banda ao vivo em Nova York este ano, posso confirmar que essa voz é tão emocionante para testemunhar pessoalmente. Assim, é com este sentimento de confiança e identidade que Hulder nos dá sua última oferta, A Eterna Fanfarra. Este novo EP, que sai pela 20 Buck Spin, segue o mesmo caminho que Duradouromas aperta e refina o estilo da banda.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Para quem precisa de alguns guias comparativos, pense em Huldersom totalmente formado de como uma mistura de Svartalvheim-era Antigo, Satyriconos dois primeiros álbuns, Massacre Noturno Escuro (se eles suavizassem o som do bumbo e da caixa e fizessem menos batidas de tambor), e Segundo Feitiço-era Geena. É um som de black metal que se baseia em uma mistura de riffs melancólicos e agressividade pulsante, e ainda possui interlúdios carregados de sintetizadores que proporcionam um toque atmosférico. Ele combina elementos das bandas e álbuns que mencionei, mas cumpre a tarefa indescritível de soar como sua própria raça de besta blasfema.

Fique atento ao solo de guitarra em “Burden of Flesh and Bone” que vem depois da ponte. É luz floresce assim que surge em momentos inesperados e diferencia Hulder de muitos contemporâneos. Além disso, animar seus ouvidos para a guitarra principal que vem em cerca de 35 segundos em “Sylvan Awakening”. Quanto à faixa-título, suas batidas de bateria são feitas para o mosh pit e tem a maior semelhança com a já mencionada. Svartalvheim. Por fim, a última faixa do EP, “A Perilous Journey”, traz a energia épica a uma demanda adequada, elevada pela Huldero uso de vocais de canto limpo.

É simplesmente o paraíso do black metal, por mais contraditório que essa afirmação possa parecer. Aqui está o único problema: é apenas um EP! “Sim, olá, eu vou pedir mais do mesmo, por favor!” Eu suponho Hulder estava ansioso para lançar outro lançamento depois de se inscrever no 20 Buck Spin, apenas para manter o interesse e o impulso. Tudo bem, estaremos aqui esperando. Poderia HulderA “maldita chama azul da blasfêmia” de ‘s queima por muitos anos e álbuns por vir.

Propaganda. Role para continuar lendo.

By admin