Wed. Feb 1st, 2023


Mastodonte o guitarrista Brent Hinds disse algumas coisas incendiárias durante uma entrevista recente com Hatebreed o frontman Jamey Jasta é The Jasta Show recentemente, levando sua banda se desculpando em seu nome por algum idioma do curso.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Entre os comentários de Hinds, o guitarrista usou uma linguagem desatualizada para descrever a abertura de Disturbed, dizendo “Eu fiz muitas turnês que não queria fazer, como Disturbed e todas aquelas besteiras estúpidas do Mayhem. Merda gay. Você tem que se abrir para o Disturbed. Você tem que tocar para pessoas que gostam de Disturbed. ”

O escritor LGBTQ Morgan Y Evans, que escreve para o site Metal Riot, deixou um comentário na página do Instagram do Mastodon, abaixo de uma foto de Brann Dailor vestido como o frontman do Judas Priest e ícone LGBTQ Rob Halford, e o comentário explicou seu desconforto com a linguagem de Brent:

“Como um apoiador lgbtq da banda que viu você ao vivo 3x, escreveu sobre você muitas vezes em revistas e effin voou uma vez para NOLA para vê-lo do estado de NY, foi muito ruim hoje vê-lo na imprensa e um membro usando linguagem homofóbica para descrever um passeio com @disturbed. Não é nada legal em 2021. Ou é apenas uma fantasia para vocês; todos, eu amo sua música e estou super chateado com o desprezo casual e o privilégio necessário para ainda usar o g ^ y como um nagativo [sic] palavra em 2021 e normalizar esse tipo de associação. Não apoiaremos mais a banda, a menos que haja um pedido formal de desculpas e direi ativamente a tantos metaleiros quanto eu conheço, não que isso vá fazer diferença. Mas eu realmente gostaria de ver você repreender essa porcaria e assumi-la. Não é legal. BS total. Eu literalmente comprei a última cópia do CD do Lifesblood de vocês na contamination há 20 anos e me sinto como um cão doido hoje depois de ler aquele Brent preguiçoso bs. ”

Evans notou que o baterista Brann Dailor a contatou através de DMs e se desculpou pelo comportamento de Brent. Brann então postou isso como um comentário público em resposta a Evans.

Isso realmente me chateia. Lamento muito ter ferido seus sentimentos ou os de qualquer outra pessoa, essa nunca foi nossa intenção. Queremos que nossos fãs LGBTQ se sintam seguros ouvindo nossa música e vindo nos ver ao vivo. Nós também não temos nenhuma má vontade em relação aos Disturbed, eles sempre foram muito legais conosco na turnê do Mayhem. Acho que aquele entrevistador pode ter pego Brent em um dia ruim. Desculpe por incomodar você ou qualquer outra pessoa, agradecemos muito a você e a todos os nossos fãs.

Na conversa privada, Dailor observou que Brent normalmente não dá entrevistas em nome da banda. Estamos começando a entender o porquê. Se este é um momento de aprendizado para Brent e a banda, e eles veem que estão usando uma linguagem desatualizada, não vejo razão para que não possam ser perdoados.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Quer mais metal? Assine nosso boletim diário

Digite seu e-mail abaixo para obter uma atualização diária com todas as nossas manchetes.

By admin