Fri. Aug 12th, 2022


Houve muitas pessoas que desempenharam um papel no lançamento Fé não mais em uma sensação global ao longo das décadas, mas um nome continua a aparecer quando se fala sobre o LP inovador da banda da Bay Area, Na realidade: produtor Matt Wallace.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Wallace— que também produziu subsequentes FNM álbuns, incluindo sua magnum opus Pó de Anjo— recentemente se vinculou à Gibson TV para compartilhar anedotas sobre seu tempo produzindo Na realidade ao lado da banda. Você pode conferir esse vídeo acima.

Depois de ouvir a faixa de destaque “Falling to Pieces”, Wallace diz: “Para mim, essa foi a melhor mistura de guitarras realmente musculosas, partes de teclado realmente melódicas, e também é meio funky… Se eu fosse o Rei do Universo, provavelmente teria um álbum inteiro assim.” Wallace também levantou a hipótese sobre o significado da faixa, dizendo “esta é uma das letras mais honestas do álbum.

“Eu não perguntei Mike [Patton, vocalist] sobre isso, mas tenho certeza que é sobre o fato de que ele está dividido entre essa banda Sr. Bungle e essa banda Fé não maise toda essa ‘indecisão’ [in the lyric] é o fato de que ele está preso entre dois lugares.”

Wallace também leva algum tempo para relembrar os antigos FNM guitarrista Jim Martin. “Jim é um indivíduo muito, muito único, mas uma coisa que eu quero dizer sobre ele é que ele trouxe força para a banda, o que eu acho que a banda realmente precisava. Acho que o peso e o peso que ele trouxe equilibrou uma banda que poderia facilmente ter entrado no pop, ou em algum outro tipo de música, mas ele realmente trouxe esse peso que era essencial.”

Propaganda. Role para continuar lendo.

Eu acho que esses documentários curtos valem muito a pena assistir, porque não é sempre que você consegue um tutorial acessível e leigo sobre como os álbuns clássicos são feitos. Então, não perca este, pessoal – é um vencedor!

Quer mais metal? Assine nosso boletim diário

Digite seu e-mail abaixo para receber uma atualização diária com todas as nossas manchetes.

By admin