Tue. Feb 27th, 2024



De acordo com o depoimento em uma audiência preliminar para o julgamento de agressão de Tory Lanez, a polêmica artista gritou: “Dance, vadia, dance!” antes de atirar no pé do Garanhão de Megan Thee.

Via TMZ, a revelação veio do Detetive Ryan Stogner do LAPD, que estava retransmitindo a versão de Meg dos acontecimentos. De acordo com Det. Depoimento de Stogner, aproximadamente às 4h30 do dia 12 de julho de 2020, Lanez estava de pé no degrau de um SUV enquanto Meg estava do lado de fora dele. Os dois estavam brigando e Lanez ficou embriagado quando gritou para ela “Dançar!” Quando os tiros foram disparados, Meg “imediatamente sentiu dor nos pés, observou sangue, caiu no chão e rastejou até a entrada de carros adjacente de uma residência”.

Det. O testemunho de Stogner confirmou o conhecimento público do evento, incluindo que Megan disse inicialmente à polícia que seu pé havia se machucado por pisar em um vidro quebrado. Mais tarde, ela alegou que, após o assassinato de George Floyd, temeu que a polícia matasse Lanez. Alegadamente, Lanez implorou que ela não contasse e até ofereceu-lhe dinheiro.

Mas logo depois, Megan retratou sua história, dizendo que a reviravolta foi porque Lanez não parava de mentir. Durante um Instagram Live, ela disse: “Sim, essa n *** uma Tory atirou em mim. Você atirou em mim e fez seu publicitário e seu pessoal irem a esses blogs mentir e merda. Pare de mentir. Por que mentir?”

Com a cooperação de Meg, Tory Lanez foi acusada de uma acusação de agressão com arma de fogo semiautomática de uma forma que causou grandes lesões corporais, e uma acusação de porte de arma escondida não registrada. Após a audiência preliminar, um juiz ordenou que Lanez fosse julgado a partir de 13 de janeiro de 2022. Lanez se declarou inocente.



By Dave Jenks

Dave Jenks is an American novelist and Veteran of the United States Marine Corps. Between those careers, he’s worked as a deckhand, commercial fisherman, divemaster, taxi driver, construction manager, and over the road truck driver, among many other things. He now lives on a sea island, in the South Carolina Lowcountry, with his wife and youngest daughter. They also have three grown children, five grand children, three dogs and a whole flock of parakeets. Stinnett grew up in Melbourne, Florida and has also lived in the Florida Keys, the Bahamas, and Cozumel, Mexico. His next dream is to one day visit and dive Cuba.