Tue. Mar 5th, 2024
tennis


Serena Williams é uma das maiores lendas do tênis feminino de todos os tempos. Nascida em 26 de setembro de 1981 em Saginaw, Michigan, Serena é filha do pai Richard Williams e da mãe Oracene Price. Desde criança, Serena e sua irmã mais velha, Venus, foram encorajadas pelo pai a praticar tênis e ambos investiram tempo e recursos para treiná-las.

Serena Williams começou sua carreira no tênis muito jovem e rapidamente se destacou nas quadras. Seu primeiro grande título internacional veio em 1999, quando ela venceu o Aberto dos Estados Unidos em Flushing Meadows, Nova York. Ela tinha apenas 17 anos na época e a vitória a impulsionou para o topo do ranking mundial pela primeira vez. Seus primeiros anos de carreira foram marcados por sucessos e falhas, mas foi a partir do início dos anos 2000 que ela se tornou realmente dominante.

Ao longo de sua carreira, Serena Williams já conquistou 23 títulos de Grand Slam em simples, 14 em duplas femininas e duas em duplas mistas. Ela é uma das poucas jogadoras da história do tênis que possuem o Grand Slam completo de simples, o que significa que ela já ganhou o Aberto da Austrália, o Aberto da França, Wimbledon e o Aberto dos Estados Unidos pelo menos uma vez cada. Ela também já conquistou quatro medalhas de ouro olímpicas em simples e duplas femininas, tornando-se uma das maiores atletas olímpicas de todos os tempos.

A lista de recordes de Serena Williams é impressionante. Ela possui a maior quantidade de títulos de Grand Slam em simples na era aberta do tênis feminino, superando a australiana Margaret Court, que ganhou 24 títulos totais. Ela também é a única jogadora a realizar o Golden Slam, ou seja, ganhar os quatro Grand Slams e uma medalha de ouro olímpica no mesmo ano. Ela já passou mais de 300 semanas como a número 1 do ranking mundial e é a tenista mais velha a alcançar a liderança do ranking, com 35 anos e 125 dias.

Apesar de todos esses feitos, a carreira de Serena Williams não foi isenta de controvérsias e adversidades. Em 2003, ela foi ameaçada de morte antes do Torneio de Wimbledon e, em 2011, sofreu uma embolia pulmonar que quase pôs fim à sua carreira. Além disso, ela já passou por várias lesões ao longo dos anos, incluindo problemas no tendão de Aquiles, no joelho e nas costas.

Serena Williams também esteve envolvida em vários incidentes controversos em quadra, incluindo discussões acaloradas com árbitros e jogadoras adversárias. Em 2018, ela foi penalizada por insultar um juiz durante a final do Aberto dos Estados Unidos, o que acabou custando o título para ela. Apesar disso, Serena sempre foi admirada por sua força mental, habilidades físicas e pela paixão com que joga o esporte.

Fora das quadras, Serena Williams é uma defensora ativa de questões sociais e políticas. Ela já se posicionou sobre temas como igualdade de gênero, racismo e violência policial contra pessoas negras. Ela também é filantropa e apoiou diversas instituições de caridade ao longo dos anos, incluindo a Fundação Serena Williams, que ajuda jovens de baixa renda a ter acesso a oportunidades educacionais e de saúde.

Hoje, aos 40 anos, Serena Williams ainda é uma presença dominante no tênis feminino e continua inspirando gerações de jovens jogadoras a seguir seus sonhos. Ela é um exemplo de perseverança, dedicação e talento e, sem dúvida, entrará para a história como uma das maiores atletas de todos os tempos.

By Dave Jenks

Dave Jenks is an American novelist and Veteran of the United States Marine Corps. Between those careers, he’s worked as a deckhand, commercial fisherman, divemaster, taxi driver, construction manager, and over the road truck driver, among many other things. He now lives on a sea island, in the South Carolina Lowcountry, with his wife and youngest daughter. They also have three grown children, five grand children, three dogs and a whole flock of parakeets. Stinnett grew up in Melbourne, Florida and has also lived in the Florida Keys, the Bahamas, and Cozumel, Mexico. His next dream is to one day visit and dive Cuba.