Wed. Feb 28th, 2024



Domenic Santana, ex-proprietário do icônico local de música ao vivo de Nova Jersey The Stone Pony, foi preso na terça-feira fora do tribunal federal de Miami, onde interrompeu a carreata de Donald Trump.

Os meios de comunicação locais relatam que Santana estava vestindo um macacão listrado em preto e branco e uma bola e uma corrente, enquanto segurava uma placa que dizia “TRANQUE-O”. De acordo com relatórios da polícia, ele correu para o meio da rua, bloqueando a carreata de Trump e fazendo com que um dos SUVs desviasse de seu caminho.

“Eu estava fugindo da multidão que estava me atingindo e apenas me esquivei para minha segurança e, de repente, houve a carreata e meu cartaz, e então fui derrubado”, disse Santana aos repórteres.

Santana foi libertada sob fiança da prisão na manhã desta quarta-feira. “Sim, valeu a pena”, acrescentou ele sobre sua prisão, mencionando que “não terminou” de defender a prisão de Trump. “Estou transmitindo a mensagem. Ele deveria estar preso há muito tempo.

“As ações imprudentes do réu de interromper a carreata colocaram a vida do ex-presidente em perigo”, diz o relatório da prisão. “As ações do réu fizeram com que o público e a mídia corressem em sua direção, invadindo a rua enquanto o réu gritava com os apoiadores de Trump para seduzi-los.”

Atualmente, Trump enfrenta 37 acusações federais, incluindo retenção ilegal de segredos do governo e conspiração para obstruir a justiça; ele se declarou inocente de todas as acusações. Ele também está sob investigação sobre o motim de 6 de janeiro no Capitólio dos Estados Unidos, além de pressionar as autoridades do estado da Geórgia após as eleições de 2020.

Depois que The Stone Pony fechou duas vezes e mudou de proprietário na década de 1990, Santana comprou o Asbury Park, restaurou-o e reabriu-o em 2000. Ele é amplamente creditado por reviver o marco musical, que ajudou a lançar as carreiras de Bruce Springsteen, Jon Bon Jovi e muito mais. Ele vendeu o agora próspero espaço em 2003.



By Dave Jenks

Dave Jenks is an American novelist and Veteran of the United States Marine Corps. Between those careers, he’s worked as a deckhand, commercial fisherman, divemaster, taxi driver, construction manager, and over the road truck driver, among many other things. He now lives on a sea island, in the South Carolina Lowcountry, with his wife and youngest daughter. They also have three grown children, five grand children, three dogs and a whole flock of parakeets. Stinnett grew up in Melbourne, Florida and has also lived in the Florida Keys, the Bahamas, and Cozumel, Mexico. His next dream is to one day visit and dive Cuba.