Tue. Mar 5th, 2024
dance


A dança é uma forma de expressão artística que tem sido valorizada ao longo dos tempos como uma forma de expressão cultural e artística. Nas escolas portuguesas, a dança é abordada de diferentes formas, dependendo do currículo e recursos disponíveis em cada instituição. A importância da dança nas escolas portuguesas está relacionada com a promoção do desenvolvimento físico, social e emocional dos alunos, bem como a preservação e valorização da cultura e tradições locais.

Na educação pré-escolar e nos primeiros anos do ensino básico, a dança é frequentemente introduzida como parte integrante do curriculum de Educação Física. As crianças aprendem a dançar de forma lúdica e espontânea, participando em atividades que promovem a coordenação motora, a expressão corporal e a socialização. É comum que os professores de Educação Física incorporem ritmos e movimentos tradicionais portugueses, tais como o fado, o vira e o corridinho, de forma a promover a ligação dos alunos com as tradições culturais do país.

À medida que os alunos avançam para os níveis mais avançados do ensino básico e secundário, a dança é muitas vezes incluída nas disciplinas de Educação Artística e Educação Física, bem como em atividades extracurriculares e projetos de enriquecimento curricular. Nestes contextos, os alunos têm a oportunidade de explorar diferentes estilos de dança, tais como o ballet, a dança contemporânea, o hip-hop, a dança folclórica e a dança tradicional portuguesa.

Para além disso, algumas escolas em Portugal oferecem a possibilidade de os alunos escolherem dança como disciplina opcional, permitindo-lhes aprofundar os seus conhecimentos e habilidades nesta área. Nestes casos, os alunos são ensinados por profissionais especializados em dança, que proporcionam aulas teóricas e práticas, promovendo a aprendizagem técnica e artística, bem como a apreciação da dança como forma de arte.

Alguns estabelecimentos de ensino em Portugal também têm parcerias com companhias de dança e escolas de dança locais, que oferecem workshops, residências artísticas e espetáculos para os alunos, proporcionando-lhes a oportunidade de se envolverem diretamente com profissionais da área e de experienciar a dança como forma de expressão artística e cultural.

No entanto, é importante salientar que a inclusão da dança nas escolas portuguesas nem sempre é uniforme, e muitas escolas enfrentam desafios relacionados com a falta de recursos humanos e materiais, o que limita a qualidade e abrangência do ensino da dança. Além disso, a avaliação e reconhecimento da dança como disciplina curricular e extracurricular também varia de escola para escola, o que pode impactar a forma como a dança é ensinada e valorizada no contexto educativo.

Apesar destes desafios, é inegável que a dança desempenha um papel importante na educação em Portugal, contribuindo para o desenvolvimento integral dos alunos e para a preservação e promoção da cultura e tradições locais. Espera-se que, no futuro, o ensino da dança nas escolas portuguesas seja cada vez mais valorizado e integrado de forma abrangente e inclusiva, garantindo que todos os alunos tenham a oportunidade de vivenciar e apreciar a dança como forma de arte e expressão.

By Dave Jenks

Dave Jenks is an American novelist and Veteran of the United States Marine Corps. Between those careers, he’s worked as a deckhand, commercial fisherman, divemaster, taxi driver, construction manager, and over the road truck driver, among many other things. He now lives on a sea island, in the South Carolina Lowcountry, with his wife and youngest daughter. They also have three grown children, five grand children, three dogs and a whole flock of parakeets. Stinnett grew up in Melbourne, Florida and has also lived in the Florida Keys, the Bahamas, and Cozumel, Mexico. His next dream is to one day visit and dive Cuba.