Sat. May 21st, 2022


Jinjer baixista Eugene Abdukhanov fez check-in de sua casa em Kiev, na Ucrânia, dizendo que ele e seus colegas de banda que ainda moram no país estão “relativamente seguros e bem, tanto quanto possível durante esses dias sombrios”. Abdukhanov acrescentou que a atual “guerra não pode ser justificada por nada” e pede a todos globalmente que prestem atenção.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Claro que desejamos Abdukhanov e todo o povo ucraniano é o melhor. Segue a transcrição de AbdukhanovO vídeo de Blabbermouth.

“Olá, mundo inteiro. Estou falando com vocês de Kiev, capital da Ucrânia, que agora está sob o cerco das tropas russas. São cinco horas da tarde. [on] Sábado.

“Em primeiro lugar, todos os membros da Jinjer que estão atualmente em Kiev estão relativamente seguros e bem, tanto quanto possível durante estes dias sombrios. Em segundo lugar, agradecemos a todos os nossos fãs em todo o mundo por mostrar solidariedade conosco e nosso país por se opor à barbárie da guerra que foi iniciada por Putin aqui na Ucrânia em 24 de fevereiro.

“Eu gostaria de falar com todas as pessoas do mundo civilizado, todos os nossos fãs, todos os fãs de música, todos os metaleiros do mundo, não importa de onde você seja, especialmente se você é da Rússia. Esta guerra não pode ser justificada por nada. , não importa o que a propaganda diga, ninguém merece o que estamos passando agora aqui na Ucrânia.

Propaganda. Role para continuar lendo.

“O povo inocente da Ucrânia está sofrendo. Não estou falando de políticos; não estou falando de nosso governo. O povo inocente de nosso país está sofrendo… Todo o povo de Kiev está passando seus dias e noites em abrigos em As crianças passam os dias e as noites nos abrigos, estão assustadas, não têm comida adequada, não têm água suficiente, não têm conforto, merecem isso?

“Por favor, espalhe a notícia sobre a agressão de Putin. Juntos podemos parar isso.”

Quer mais metal? Assine nosso boletim diário

Digite seu e-mail abaixo para receber uma atualização diária com todas as nossas manchetes.

By admin