Notícias Região dos Vales Rio Grande do Sul Serviços

Moradores de Novo Cabrais cobram solução para as constantes quedas de energia elétrica Grande quantidade de equipamentos e eletrodomésticos sofreram danos por conta da inconstância de abastecimento, conforme alguns moradores.

Celetro

Um grupo de moradores da localidade de Cortado, em Novo Cabrais está organizando um abaixo-assinado exigindo explicações e soluções para os constantes problemas de abastecimento de energia elétrica na referida localidade.

De acordo com o documento endereçado para a Cooperativa de Eletrificação Rural (Celetro), distribuidora de energia naquela região, além da inconveniência das constantes quedas de energia dos últimos dias, ocorreram vários problemas de ordem material, moral e financeira, como a queima de eletrodomésticos e outros aparelhos.

Celetro

Mariane Schaurich, apoia o movimento e pede esclarecimentos
Foto: Jéssica Huff

Em contato com a Cooperativa, o engenheiro Gilson Della Valentina, explicou que a Celetro distribui a energia para as localidades afetadas, como Mangueirinha, Potreirinho e Cortado em Novo Cabrais, e o município de Paraíso do Sul, tanto cidade quanto interior, com a rede sendo alimentada pela subestação de Agudo.

De acordo com ele, já nos meses de novembro e dezembro de 2018 houve episódios de quedas de energia por conta de um trabalho de manutenção que foi realizado na cidade de Agudo, e por isso, durante o dia a energia ficava baixa e alterava durante a noite. “O que acontecia é que neste período, em alguns momentos Agudo abastecia a referida rede, e em outros era Cachoeira do Sul, daí então acontecia esta oscilação, que foi necessária para a manutenção da rede”, explica.

Já com relação ao mês de janeiro, o engenheiro revela que o uso excessivo de muitos equipamentos e temperaturas altas gerou uma sobrecarga que ocasionou problemas nos equipamentos. “Pelo nosso controle, a energia oscilava muito, horas em 200 e horas em 240 volts, o que oferecia mais riscos ainda para queima de equipamentos. Tensão de energia baixa é ruim, mas alta é pior”, destacou.

Desta forma, entre quarta e quinta-feira desta semana, a Cooperativa adotou uma medida de segurança para evitar a queima de eletrodomésticos nas residências abastecidas. Por meio de um sistema, toda vez que a energia ultrapassava 240V, a linha se desligava automaticamente. “Como os níveis passaram várias vezes, as quedas foram constantes, mas fizemos isso como medida de prevenção”, pontuou.

A Celetro de acordo com ele, não se furta de auxiliar na resolução do problema, contudo, a solução técnica é de responsabilidade da Rio Grande Energia (RGE Sul), para controlar a quantidade de energia que chega às redes.

RGE – Em contato com a Companhia na manhã desta sexta-feira, 01, foi informado a nossa reportagem que a RGE estava em atendimento de ocorrências por conta dos temporais que afetaram algumas regiões, e isto seria prioridade no momento. Sendo assim, os esclarecimentos conforme a assessoria de imprensa do órgão, serão fornecidos posteriormente, via e-mail.

SOLUÇÃO – Conforme o engenheiro da Celetro, considerando a leitura normalizada dos equipamentos nesta manhã de sexta, o problema do abastecimento voltou ao normal. “Hoje não houve variação de energia, o que pode significar que a RGE, descobriu onde estava o problema”.

Della Valentina, explica ainda que quando um equipamento “pisca”, é sinal que há um sistema de proteção na rede em funcionamento.
Em nota, a Nova Palma Energia informou que a falta de energia dos últimos dias são decorrentes de sobrecarga no sistema de transmissão e que não é de sua responsabilidade a solução. De acordo com a empresa, a solução definitiva para o problema seria a conclusão da subestação 230 KV Candelária II, que está paralisada há seis anos por conta de entraves ambientais e financeiros, já que a Companhia Estadual de Energia (CEE), seria a responsável pela obra e passa por dificuldades.

A linha, ainda conforme a nota, de 69kv, que levaria a energia de Candelária até Agudo e Faxinal do Soturno já está pronta, mas o reforço que soluciona na área de concessão depende ainda do término da obra, que de acordo com a Diretora Presidente da Nova Palma Energia, Mariza Bozzetto, está prevista para ser retomada em julho deste ano.

MEDIDAS – A Celetro de Cachoeira do Sul informa que para os associados que tiveram prejuízos por conta dos problemas de abastecimento, a orientação é que se entre em contato com a Cooperativa pelo telefone (51) 3722 0900, faça o registro no sistema e se solicite a visita de um técnico para a perícia dos equipamentos danificados. “Já recebemos a ligação de cerca de 40 pessoas, mas precisamos ser cautelosos, pois algumas pessoas se aproveitam deste momento de dificuldade e apresentam equipamentos estragados por outras causas. Então o técnico avaliará as reais causas e orientará os consumidores “, finalizou Della Valentina.

 


Sobre o autor

Mariéle Gomes Gross

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: