Leonardo DiCaprio está em negociações finais para estrelar e produzir o próximo longa-metragem da MGM sobre o líder cult de Jonestown, Jim Jones.

O apropriadamente intitulado Jim Jones cinebiografia é escrita por Scott Rosenberg (Veneno) e será produzido por DiCaprio ao lado de Jennifer Davisson para sua produtora Appian Way. Rosenberg também atuará como produtor executivo (via Deadline).

Jones foi o fundador do Templo do Povo. O que inicialmente começou em 1955 como uma organização religiosa baseada nos princípios do cristianismo e do socialismo, acabou se transformando em um culto religioso fanático. Depois de se desiludir com o cristianismo e o governo dos Estados Unidos, em 1974 Jones migrou o grupo para Guanya, onde construíram uma comuna na selva conhecida como Jonestown. Jones, que até então havia se declarado publicamente como Deus, elogiou a comuna como um paraíso socialista livre da opressão do governo.

Em meio a rumores de abusos aos direitos humanos, o governo dos EUA enviou uma delegação liderada pelo Representante dos EUA Leo Ryan a Jonestown em novembro de 1978. Enquanto estava lá, Ryan, uma equipe de notícias e um desertor de Jonestown foram assassinados pelos seguidores de Jones. Logo depois, Jones orquestrou um assassinato-suicídio em massa fazendo com que os 918 membros da comuna bebessem Flavor Aid misturado com cianeto.

Antes de se tornar Jim Jones, DiCaprio co-estrela com Jennifer Lawrence na comédia do fim do mundo Não olhe para cima, que será lançado nos cinemas e na Netflix na véspera de Natal. Ele também recentemente terminou as filmagens da adaptação altamente antecipada de Martin Scorsese de Assassinos da Lua das Flores, que deve ser lançado no final de 2022.



By admin