Tue. Dec 6th, 2022



Há pouco mais de um ano, eu procurava mudar minha vida para melhor. Eu estava trabalhando em um trabalho que não era mais divertido e para o qual temia ir todos os dias. Não sabia o que queria fazer, só sabia que queria ser feliz. Lembrei que o teatro sempre me deixou mais confortável. Assistir aos shows enquanto eles percorriam a área, a sensação de alegria, relendo a peça repetidamente.

Para mim, não há sentimento maior do que colocar minhas mãos no álbum Original Broadway Cast para um show que estreou recentemente. Só de ver um show me dá toda essa alegria, então pensei comigo mesma como me sentiria muito melhor se fizesse parte de uma produção.

Mencionei isso a alguém enquanto era babá e eles disseram para procurar o teatro da comunidade local bem no centro da cidade. Entrei em contato com a pessoa que eu encarregava do grupo de teatro e, antes que me desse conta, concordei em contratar a equipe para a produção de Deathtrap em novembro.

Indo para isso, eu tive muitos sentimentos diferentes, já que não sabia o que esperar. Tudo isso era novo para mim e eu não queria estragar tudo. Tendo participado de apenas alguns shows e apresentações de dança na faculdade no ensino médio, eu nunca entendi completamente o que era necessário para fazer um show e quantos detalhes eram necessários para pintar o quadro geral.

Meu primeiro ensaio foi cerca de um mês antes do início do show. Foi lá que finalmente conheci as pessoas para quem estava enviando e-mails e pude identificar nomes com rostos. Passei as semanas seguintes conhecendo o elenco, a equipe técnica e o show em si.

Para ser honesto, eu não sabia muito sobre o show e, até a semana de tecnologia, eu nem tinha lido o roteiro. Eu estava observando e absorvendo tudo.

Domingo de tecnologia: Considerando o quão novo eu era, nunca tinha passado por um domingo de tecnologia, muito menos uma semana inteira de tecnologia! Eu participei de tudo, desde ajudar a construir o cenário, passar roupas, colar com brilho no chão e ajudar os atores a fazerem falas.

Durante a semana de tecnologia, vi tudo se encaixar. Fiquei surpreso como as pistas de luz e som vieram junto com os atores e suas falas. Aprendi como tudo precisava ser cronometrado com precisão militar.

Agora, como alguém com grande ansiedade social, eu ficava mais nervoso quanto mais perto chegávamos da noite de estreia. Com pouca experiência quando iniciei todo esse processo, o elenco e a equipe técnica me receberam de braços abertos. Eles foram tão pacientes e me ensinaram tudo. Todos queriam que o show fosse tão bem quanto eu.

Todos nós trabalhamos muito durante a Tech Week para montar um grande show, e eu sabia que quando a cortina da noite de abertura foi aberta, eu encontrei a casa que estava procurando e estarei lá por muito tempo.

By admin