Notícias Região dos Vales Rio Grande do Sul

Grito de Alerta em Santa Cruz do Sul reúne mais de 12 mil pessoas

Grito de Alerta

Ato se estenderá até o fim da tarde, em frente ao Parque da Oktoberfest, para onde devem voltar os manifestantes.

Contra a reforma da previdência, em defesa dos direitos da aposentadoria, dos produtores rurais e da educação, cerca de 12 mil pessoas se reúnem nesta quarta-feira, 15, em Santa Cruz do Sul para a realização do IX Grito de Alerta.

Contando com o apoio de sindicatos rurais e urbanos, o ato quer chamar a atenção para a agricultura familiar, sua importância na soberania alimentar.

Pessoas vindas de diversas cidades do estado participam da manifestação pacífica que conta também com tratoraço, onde agricultores demonstram preocupação especialmente no que diz respeito a aposentadoria.

Dentre as reivindicações do movimento estão a manutenção dos direitos previdenciários adquiridos na Constituição de 1988, garantias de recursos financeiros para o Plano Safra 2019/2020, auditoria da dívida pública, repasse pontual por parte da União, Estado e Município para custeio da saúde, dentre outros.

MOVIMENTAÇÃO POLÍTICA – Enquanto o ato é realizado em Santa Cruz do Sul, uma comissão da Fetage e Contag, estão em Brasília junto do Deputado Federal Heitor Schuch, em reunião com o presidente da Comissão Especial da PEC 06/2019, que trata da Reforma da Previdência, Deputado Marcelo Ramos (PR/AM). O pedido da comitiva é para que tirem os rurais da reforma da Previdência.

ATOS PELA EDUCAÇÃO – No mesmo dia em que acontece mais um Grito de Alerta, a greve nacional das escolas alcança 22 educandários na região.

Os profissionais e alunos estão unidos pela garantia dos repasses para educação e valorização dos professores.

Fotos: Hoana Talita Gehlen/RP Fetag


Sobre o autor

Mariéle Gomes Gross

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: