Policial Região dos Vales Rio Grande do Sul

Futuras policiais militares femininas participam de oficina sobre cuidados pessoais Normas e cuidados, além de preservar as diretrizes militares, servem também para manter a segurança das policiais femininas, quando no exercício de suas funções.

BM femininas

O Curso Básico de Formação Policial Militar (CBFPM) do Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Rio Pardo (CRPO/VRP), sediado no município de Rio Pardo (2°BPM), realizou no final da tarde de quarta-feira, 23, uma Oficina de valorização do efetivo feminino para adequação das normas institucionais da Brigada Militar de acordo com o Regulamento de uniformes, com a participação de uma consultora de maquiagem Mary Kay.

Conforme as normas internas da Instituição, o efetivo feminino da Brigada Militar, quanto a sua apresentação pessoal, especialmente no que se refere ao uso de maquiagem: “terá seu uso permitido, observando-se a harmonia e estética, desde que aplicada de forma suave em tons discretos e compatíveis com o tipo e coloração da pele”.

Além disso, constam orientações sobre os cuidados com o cabelo; os brincos, que são permitidos, desde que sejam peças discretas, delicadas, cores suaves ou neutras, em tamanho reduzido, que não ultrapassem o lóbulo da orelha; as unhas, também precisam ser mantidas num comprimento reduzido, admitindo-se o uso de esmaltes e bases de coloração suave, preservando a estética e harmonia e demais orientações pertinentes ao serviço policial.

Todos esses cuidados, além de preservar as diretrizes militares, servem também para manter a segurança das policiais femininas, quando no exercício da atividade de polícia ostensiva. “Utiliza-se coque nos cabelos e brincos pequenos, por exemplo, para evitar que sejam um meio de agressão contra elas, em um possível enfrentamento corporal”, explicou o tenente Lesandro Ferreira dos Santos, Comandante do Corpo de Alunos.

A partir destas ações, espera-se construir entre as futuras policiais, uma maior adesão às normas e pensamentos menos críticos em relação ao modelo prescritivo de comportamento determinado para o profissional da Brigada Militar, com a criação de novas identidades a partir do conhecimento adquirido no Curso de Formação.

Fonte: BM

 


Sobre o autor

Mariéle Gomes Gross

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: