Tue. Aug 9th, 2022


Antigo Megadeth baixista David Ellefson falou sobre sua colaboração renovada com seu também ex- Megadeth colega de banda, Jeff Youngao falar com O guitarrista neurótico durante a convenção NAMM do fim de semana em Anaheim, Califórnia.

Propaganda. Role para continuar lendo.

A dupla se reuniu quando se uniram por uma causa comum. “Quando começamos a filmar o Nick Menza documentário, que foi em janeiro, todos nós viemos para LA e filmamos”, Ellefson disse. “Nós estávamos sentados no Rainbow uma noite jantando, e Jeff diz: ‘Lembre-se daqueles dois riffs que eu tinha que eram do Até agora tudo bem, então o que! turnê… E enquanto ele as cantarolava para mim, eu disse, ‘Cara, eu me lembro totalmente desses riffs. Eu me lembro totalmente deles. E eles são meio complexos, meio nerds, mas legais e pesados. E eu digo: ‘Oh meu Deus. Temos que entrar em uma maldita sala e trabalhar nisso. Então Mike Heller [Fear Factory and Raven drummer], que é um grande produtor e também um baterista, colocamos algumas faixas. Nós escrevemos músicas. Agora só temos que gravá-los.”

Ellefson também comentou sobre o set que ele, Jovem e ainda outro Megadeth ex-alunos—Chris Polônia—guitarrista, estará tocando, até agora apelidado de “um conjunto muito especial de clássicos do thrash” no Dias dos Mortos convenção de horror e cultura pop que acontece de 18 a 20 de novembro em Rosemont, IL. A apresentação “Days Of The Deth” no sábado, 19 de novembro e aberta a qualquer pessoa com um ingresso para o Days Of The Dead.

Ellefson diz que não há conflito em jogar Megadeth músicas sem Dave Mustaine, explicando “Não, não há, porque desde que você não use o logotipo de alguém ou sua marca registrada, tudo bem.” Fiquem ligados, pessoal.

Quer mais metal? Assine nosso boletim diário

Digite seu e-mail abaixo para receber uma atualização diária com todas as nossas manchetes.

By admin