Cinema Eventos Região dos Vales Rio Grande do Sul Serra Gaúcha

Documentário de Candelariense é selecionado para o Festival de Cinema de Gramado

Douglas Roehrs

Douglas Roehrs destacou a realidade da localidade de Linha Travessão, no interior do município de Candelária.

O jornalista, empresário e produtor candelariense, Douglas Roehrs está entre os nomes selecionados para a Mostra Gaúcha de Curtas do 47º Festival de Cinema de Gramado que ocorre de 16 a 24 de agosto.

Com o documentário “Linha Travessão”, Roehrs retrata a história da sua família, mas também de tantas outras que vivem nesta localidade do interior do município de Candelária, destacando a realidade enfrentada por estes moradores no passado.

Na sinopse do documentário, o jornalista revela que ao acompanhar sua avó a uma visita ao túmulo do falecido marido, captou lembranças relacionadas a sua família, mas especialmente ao um passado, uma comunidade que possui seu ritmo próprio. Neste sentido, Roehrs passou a compreender a atual realidade destes moradores e como este passado ainda reflete em suas vidas.

Enquanto caminhava em um percurso aproximado de seis quilômetros, o jornalista entrevistou nove moradores, buscando entender as dificuldades, realidades e saudades de cada família.

O trabalho que levará o nome de Candelária para um dos maiores cenários do cinema nacional, é segundo o profissional, uma forma de homenagear Candelária, sua terra natal, sua família e toda a localidade de Linha Travessão.

O documentário que foi gravado em dezembro do ano passado, teve sua edição concluída somente em fevereiro deste ano e é mantido muito bem guardado para o Festival que aceita somente trabalhos inéditos. “Esta é a primeira vez que tenho um trabalho selecionado para um evento deste porte. Espero que as pessoas gostem e se sintam homenageadas. Tenho muito orgulho de Candelária, terra onde nasci e vivi até os meus 18 anos. Tenho muito orgulho da minha família, das minhas raízes”.

Atualmente o jornalista mora em Porto Alegre onde também dirige a sua empresa, Insígnia Filmes.

Fotos: Acervo Pessoal.

Douglas com a avó Nívia e a mãe Marlete.

Nívia Roehrs, personagem principal do documentário.


Imagem escolhida como capa do trabalho.

Sobre o autor

Mariéle Gomes Gross

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: