Educação Região dos Vales Rio Grande do Sul

Colégio Mauá será a primeira escola bilíngue dos Vales Projeto foi apresentado à imprensa na manhã desta quinta-feira, 25, em Santa Cruz .

Maua-Bilingue

Proporcionar aos alunos a ampliação de vivências socioculturais na língua inglesa, a fim de inseri-los com mais protagonismo em um ambiente internacional globalizado e de comunicação constante. Esta é a proposta institucional do Projeto Mauá Bilíngue, apresentado oficialmente na manhã desta quinta-feira, 25, na sede da escola.

De acordo com o diretor Nestor Raschen, a implementação inicia em 2019 na Educação Infantil e deverá estar concluída até 2022, com todas as turmas do 1º ao 4º ano no sistema bilíngue. “Vamos intensificar o ensino do inglês a fim de preparar ainda melhor os nossos egressos para a comunidade global, cada vez mais sem fronteiras”, destaca Raschen.

O Colégio Mauá é uma das escolas mais tradicionais do Rio Grande do Sul, com 148 anos de história. Destaca-se no cenário gaúcho como uma instituição de ensino de qualidade, baseada no trinômio: Educação, Cultura e Esporte.

Desde o início da sua trajetória, inspirado em seus princípios luteranos, sempre considerou essencial o ensino de línguas estrangeiras. Ao longo dos anos, a língua alemã sempre foi valorizada pela instituição. Mais adiante, com a instalação de diversas empresas estrangeiras na cidade, o inglês passou a ser muito valorizado e incentivado, inclusive com intercâmbios e provas de proficiência. Mais recentemente, devido a toda interação do país no mercado latino-americano, a língua espanhola também passou a ser incentivada e ensinada.

“Atualmente, o inglês deixou de ser apenas uma língua estrangeira, mas acabou se tornando uma ferramenta de comunicação global”, completa o diretor.

Prática – A partir de 2019, gradativamente, todos os alunos do 1º ao 4º ano do Ensino Fundamental vão contar com, pelo menos, quatro horas aula de inglês por semana, tornando a escola a única no Vale do Rio Pardo e Taquari com esta metodologia. Na Rede Sinodal, algumas escolas já trabalham com esta proposta. Em 2020, os estudantes que ingressarem no 1º ano, já serão inseridos no processo bilíngue, com aulas curriculares e extras no idioma inglês. “

Desta forma, em 2022, teremos concluído o processo de implantação, mantendo a sequência para os estudantes do 5º ao 9º ano e após, para o Ensino Médio”, enfatiza Raschen. O projeto será implementado com o quadro atual de professores de Língua Inglesa e ainda com a contratação de novos profissionais da área.

Fonte: Four Comunicação

Sobre o autor

Mariéle Gomes Gross

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: