Sun. Sep 25th, 2022


Quando aconselhamos que o mundo fique atento Biicla em nossa lista de artistas para assistir de 2020, ninguém poderia prever para onde seu som nos levaria. Desde então, no entanto, o produtor e DJ continua sendo um nome firme que chama a atenção a cada novo lançamento. Seja remixando caras como Luís o Menino, O que não e Whethan para aparecer em rótulos como Caloteiros, Confissão e passarinho, Biicla é uma mercadoria quente. Para cimentar esse sentimento, ele compartilhou seu último álbum Sim Local Semana Anterior.

Sim Local segue o álbum de estreia do Biicla Nenhum lugar. Até mesmo a primeira faixa do álbum “Intro (Keeping It Easy)” mostra a faixa-título do primeiro álbum. Mas onde seu disco de estreia teve mais variedade entre as músicas, este segundo LP tem faixas que aprimoraram seu estilo de eletrônica. Caso e ponto: “Eu não sou”. A faixa abre com uma batida suave e este vocal em camadas de baixo som fornecido pelo colaborador Roma em prata. A letra sugere desgosto e exaustão mental, enquanto o instrumental carrega uma linha de baixo sutil e melancólica. O arrulho simples e o registro mais alto do refrão fazem dele um chamariz instantâneo de atenção.

O álbum é uma mistura de cortes de house mais profundos como “Cigarettes” e “Mini Skrt” e improvisos como “Let Yourself Go (VIP)” e “Never Be Mine”. Tematicamente, no entanto, o álbum explora as provações e tribulações do amor e da luxúria, mesmo quando certas músicas estão em total contraste emocional com outras. Por exemplo, “For You” com KROY tem um sentimento romântico ligado a ele e uma vibração pop de quarto otimista. Enquanto isso, “Never Be Mine” lamenta um relacionamento que o cantor deseja, mas está condenado. Mas a paisagem sonora de sintetizadores melancólicos e high-hats lo-fi ligam Sim Local em harmonia.

Lançado pela gravadora Boa sorte se divirta, Sim Local by Biicla já está disponível e definitivamente vale a pena ouvir.

By admin