Esportes Região dos Vales Rio Grande do Sul

Atlético Candelariense tem jogo decisivo essa noite contra o Meninos da Vila Equipes se enfrentam em Carazinho, em partida que pode classificar o time de Candelária para a próxima fase da Série Bronze do Campeonato Estadual de Futsal.

Na noite deste sábado, 13, o Clube Atlético Candelariense entra em quadra para disputar a penúltima partida da fase 2 da Série Bronze. A equipe de Candelária viajou até a cidade de Carazinho para enfrentar o Meninos da Vila, atual líder da Chave 5. O jogo tem início previsto para às 20h, no Ginásio da Fundescar.

Atualmente o Atlético ocupa a segunda colocação em seu grupo, com 7 pontos. O rival da rodada tem 10 pontos. Em terceira colocação está o Fontoura Xavier, com 6 pontos. A partida se torna decisiva para ao Tricolor avançar para as quartas de finais.

Caso vença o certame e o Fontoura Xavier perca a partida contra o Três Coroas nessa rodada, o Atlético pode conseguir uma classificação antecipada para a próxima etapa do campeonato.

Por outro lado, se o time de Candelária não conseguir sair com resultado positivo essa noite, e o Fontoura Xavier vencer seu jogo contra o lanterna, a disputa pela vaga para avançar à etapa mata-mata ficará para a próxima rodada, prevista que aconteça no dia 20 deste mês, em Candelária, contra o Três Coroas.

Comparações:

Na 2ª fase da Série Bronze, ambas equipes tem 4 jogos disputados, tendo o Atlético vencido 2 e os Meninos da Vila, 3. Os dois times possuem 1 empate cada uma. A desvantagem do Atlético está no número de derrotas: 1, contra nenhuma do adversário.

Retrospecto:

No 1º turno o Atlético empatou em 2 a 2 contra os Meninos da Vila, em casa, no dia 15 de setembro, no Ginásio Gigante do Botucaraí.

Confira como está a Chave 5 da Série Bronze no momento:

1º– Meninos da Vila: 10 pontos/ 83,33% de aproveitamento

2º–Atlético Candelariense: 7 pontos/ 58,33% de aproveitamento

3º– Fontoura Xavier Futsal: 6 pontos/ 50,00% de aproveitamento

4º– Três Coroas Futsal: 0 pontos/ 0% de aproveitamento

Foto: Reprodução rede social/ Facebook

Sobre o autor

Marcelo Müller

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: